Logotipo do Extraterrestes

Robô vai explorar oceano de Europa, lua de Júpiter

robo-lua-europa

Deep Phreatic Thermal Explorer -DEPTHX (Explorador Termal Freático Profundo) é a invenção do Dr. Bill Stone, Chefe Executivo da Stone Aerospace, na cidade de Austin, Texas – EUA.  Ele foi desenvolvido pela sua equipa, em conjunto com a Universidade Carnagie Mellor, o Instituto de Pesquisa Southwest, a Universidade do Texas em Austin, a Escola de Minas do Colorado e o Centro Ames de Pesquisa da NASA.

O DEPTHX  foi projetado para explorar e mapear as áreas submersas da lua Europa de Júpiter, enquanto coleta amostras.  Diferentemente dos jipes-robôs de Marte, a incrível distância até Europa (aproximadamente 5,2 vezes a distância entre a Terra e o Sol, em média) e as constantes mudanças no meio-ambiente, ditam que o equipamento não possa ser controlado da Terra, mas sim que pense por si mesmo.

Bill Stone teve a ideia de construir o DEPTHX em 1999, enquanto estava trabalhando num projeto de pesquisa subaquática.  Em 2003, a NASA financiou US$ 5 milhões para o projeto.  Pelos próximos três anos, a equipa de Stone considerou uma multitude de desenhos iniciais para o robô, antes de alcançar a forma de ovo em 2006.

O DEPTHX tem aproximadamente 4 metros de comprimento e 2,4 metros de largura.  Ele possui 54 sonares para navegação, 36 computadores para processar as informações, seis propulsores e duas pilhas de baterias, uma gama de acelerómetros, registadores de velocidade, instrumentos de navegação, bem como um microscópio para procurar vida microbiana.  Ele se comunica com sua nave mãe, Valkyrie, usando uma única fibra óptica, bem como Wi-Fi.   E para manter esta máquina de 1,3 toneladas boiando, serão empregados dois motores de flutuabilidade que sentem a temperatura, salinidade e pressão da água a seu redor.

A característica mais impressionante do DEPTHX é seu sistema de auto-navegação.  Um jogo de 54 sonares pode localizar objetos dentro de um raio de 300 metros, a fim de mapear os arredores, enquanto os acelerómetros, registadores de velocidade e instrumentos de direção ajudam a informar ao DEPTHX sobre sua posição.  E ainda há muito mais: ele pode gerar mapas em 3D para permitir que o robô navegue por si mesmo.

A missão que levará o robô DEPTHX até a lua Europa está agendada para 2026 e será a primeira a explorar a lua congelada de Júpiter.  O robô deverá explorar os oceanos líquidos da lua, que estão sob uma camada de gelo de 6 km de profundidade.  Será difícil atravessar o gelo, mas uma vez que consigam chegar até a água, o interior de Europa será explorado pelo veículo avançado autônomo mais avançado já construído pelo homem.

Para saber mais informação sobre este projeto, clique aqui

Autoridades russas recusam-se a atender extraterrestres
Rússia vai criar bases habitáveis na Lua
Boliviano de Ovnis alerta sobre presença de extraterrestres perigosos
Movimento Raeliano quer construir uma embaixada portuguesa para ETS

Autor do artigo: Cátia Verdier

Licenciada em Informática para a Saúde pelo Instituto Politécnico de Leiria e apaixonada pela área de ufologia. Procura desvendar toda a verdade e informar os segredos dos governos a nível mundial!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Doações aos Extraterrestres

Gosta do nosso trabalho? Agora poderá ajudar-nos a continuar com este website no ar através de uma pequena doação. Mesmo que não possa contribuir, a sua visita é sempre bem-vinda!

Integre a nossa rede social

Procurar no Extraterrestes

Newsletter

Comentários recentes

sabrina: Depoimento de abdução
Pablo Mezzomo: O fantástico disco voador do Rei Salomão
Elly: Steven Greer apresenta o Documentário Sirius

Partilhe o seu avistamento